a mais.

A paisagem de minha janela é uma parede de tijolos – creio que a maioria das paredes seja de tijolos, a chamo assim por ter os seus expostos – sujos e quebrados. Não vejo árvores, não vejo o céu, tudo que posso ver através da velha janela de meu quarto são sempre os mesmos toscos tijolos.
Tenho uma “teoria” particular que é a de que as janelas do quarto dizem muito sobre a pessoa. Por isso, sempre que perguntam sobre, respondo que a paisagem de minha janela é o mundo!
É mentira, como qualquer um pode ver, mas, ao mesmo tempo, não há nada mais verdadeiro. Depois de muito olhar, a velha parede acaba por tornar-se realmente um mundo, um belo jardim, uma rua movimentada, um céu imenso, um mundo de paisagens que poderia ter sido,
                 mas não é.

 

 

enrique.aue.
[and.enrique@yahoo.com.br]

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: